Trabalho

TEMAS PARA TRABALHOS:
(Escolher um, salvo o item 10, que é obrigatório para todos).
1. GLOBALIZAÇÃO E MODERNIDADE LÍQUIDA:

1) Texto científico:

BAUMAN, Zygmunt. Globalização: as conseqüências humanas. Trad. Marcus Penchel. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.

2) Filmes:

a) Zona do Crime (Dir. Rodrigo Plá, México, 2006).
b) Filhos da Esperança (Dir. Alfonso Cuarón, EUA/Inglaterra, 2006). 

3) Literatura:

CONRAD, Joseph. Coração das Trevas (disponível em várias edições).

2. IMPACTO CARCERÁRIO:

1) Textos científicos:

GARCÍA-BORÉS ESPÍ, Josep. El Impacto Carcelario. In: Sistema Penal y Problemas Sociales. Org: BERGALLI, Roberto. Valencia: Tirant lo blanch, 2003, pp. 395-425.

PAVARINI, Massimo. Processos de Recarcerização e “Novas” Teorias Justificativas da Pena. In: Ensaios Criminológicos. Org. Ana Paula Zomer. Trad. Lauren Stefanini. São Paulo: IBCCRIM, 2002, pp. 130-167.

WOLFF, Maria Palma. Antologia de Vidas e Histórias na Prisão: emergência e injunção de controle social. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2005, pp. 95-142. 

2) Filmes:

a) Expresso da Meia Noite (Dir. Alan Parker, EUA/UK, 1978). 
b) O Cárcere e a Rua (Dir. Liliana Sulzbach, Brasil, 2005).  

3) Literatura:

VARELA, Drauzio. Estação Carandiru. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.
3. CRIMINOLOGIA E PSICANÁLISE:

1) Textos científicos:

BIRMAN, Joel. O sujeito do colarinho-branco – o dentro-de-si e o fora-de-si nas figurações atuais da subjetividade. In: Mal-Estar na Atualidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000, pp. 150-173.

BIRMAN, Joel. A economia do gozo e os impasses da justiça: uma leitura psicanalítica da justiça. In: Mal-Estar na Atualidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000, pp. 273-287.

CARVALHO, Salo de. Freud Criminólogo: a contribuição da psicanálise na crítica aos valores fundamentais das ciências criminais. In: Anti-Manual de Criminologia. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2008, pp. 191-212. 

2) Filmes:

a) Clube da Luta (Dir. David Fincher, EUA, 1999).
b) Psicopata Americano (Dir. Mary Harron, EUA, 2000). 

3) Literatura:

WILDE, Oscar. O Retrato de Dorian Gray (disponível em várias edições). 
4. DROGAS:

1) Textos científicos:

REGHELIN, Elisangela Melo. Redução de Danos: prevenção ou estímulo ao uso de drogas injetáveis? São Paulo: RT, 2002.

BIRMAN, Joel. Que Droga!!! In: Mal-Estar na Atualidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000, pp. 233-249.

2) Filmes:

a) Réquiem para um Sonho (Dir. Daren Aronofsky, EUA, 2000).
b) Trainspotting (Dir. Danny Boyle, UK, 1996).

3) Literatura:

HUXLEY, Aldous. Admirável Mundo Novo (disponível em várias edições).
5. POLÍCIA E MILÍCIAS:

1) Textos científicos:

SOARES, Luiz Eduardo. As Polícias Brasileiras. In: Legalidade Libertária. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2006, pp. 331-388. 

SILVA, Luiz Antonio Machado da & LEITE, Márcia Pereira Violência, crime e polícia: o que os favelados dizem quando falam desses temas? Soc. estado, Dez 2007, vol.22, no.3, p.545-591 (Disponível em www.scielo.br).

PORTO, Maria Stela Grossi. Polícia e violência: representações sociais de elites policiais do Distrito Federal. São Paulo Perspec., Mar 2004, vol.18, no.1, p.132-141.  (Disponível em www.scielo.br).

PM por dentro. Reportagem do caderno Mais! – Folha de São Paulo (18.05.08)

2) Filmes:

a) Tropa de Elite (Dir. José Padilha, Brasil, 2006).
b) O Homem do Ano (Dir. José Henrique Fonseca, Brasil, 2003).

3) Literatura:

BARCELLOS, Caco. Rota 66. São Paulo: Globo, 1992.
6. CERIMÔNIAS DEGRADANTES:

1) Textos científicos:

HARTMANN, Helen. À guisa de introdução ao “Direito e Psicanálise: intersecção a partir de O Processo, de Franz Kafka. In: Direito e Psicanálise. Org: Jacinto Nelson de Miranda Coutinho. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2007, pp. 01-11.

MARQUES NETO, Agostinho Ramalho. O Processo Kafkiano. In: Direito e Psicanálise, pp. 155-178.  

ROCHA, Álvaro Filipe Oxley da. Sociologia do Direito – A Magistratura no Espelho. São Leopoldo: UNISINOS, 2002, pp. 37-63.

2) Filmes:

a) Justiça (Dir. Maria Augusta Ramos, Brasil, 2004). 
b) Juízo (Dir. Maria Augusta Ramos, Brasil, 2007).

3) Literatura:

KAFKA, Franz. O Processo (disponível em várias edições). 
7. CRIME E MÍDIA:

1) Textos científicos:

RENARD, Jean-Bruno. Rumores e Violência. Revista FAMECOS n. 29, abril/2006.

JORON, Philipe. A Parte Maldita e o Lado Escuro da TV Brasileira (entrevista). Revista FAMECOS n. 26, abril/2005.

NJAINE, Kathie & MINAYO, Maria Cecília de Souza. Análise do discurso da imprensa sobre rebeliões de jovens infratores em regime de privação de liberdade. Ciênc. saúde coletiva, 2002, vol.7, no.2, p.285-297.

TONDATO, Márcia Perencin. Violência na mídia ou violência na sociedade? A leitura da violência na mídia. Revista FAMECOS n. 32, abril/2007.

2) Filmes:

a) Assassinos por Natureza (Dir. Oliver Stone, EUA, 1994). 
b) O Quarto Poder (Dir. Costa-Gavras, EUA, 1987).

3) Literatura:

ORWELL, George. 1984 (disponível em várias edições).
8. CRIMINOLOGIA E VIOLÊNCIA

1) Textos científicos:

CARVALHO, Salo de. Criminologia na Alcova. In: Anti-manual de Criminologia. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2008.

ROUDINESCO, Elisabeth. A Parte Obscura de Nós Mesmos: uma história dos perversos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008, pp. 125-162.  

2) Filmes:

a) Baixio das Bestas (Dir. Cláudio Assis, Brasil, 2007).
b) Dogville (Dir. Lars von Trier, Dinamarca e outros, 2003).

Literatura:

MARQUÊS DE SADE. Filosofia na Alcova. São Paulo: Iluminuras, 1999. 

9. CRIMINOLOGIA E ALTERIDADE:

1) Textos científicos:

SOUZA, Ricardo Timm de. Ainda além do medo: filosofia e antropologia do preconceito. Porto Alegre: Dacasa, 2002.

PINTO NETO, Moysés da Fontoura. O caso “Pièrre Rivière” revisitado por uma Criminologia da Alteridade. Revista de Estudos Criminais (no prelo).

2) Filmes:

a) Crash – No Limite (Dir. Paul Haggis, EUA, 2006).
b) Estamira (Dir. Marcos Prado, Brasil, 2006).

3) Literatura:

COETZEE, J.M. À Espera dos Bárbaros. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.
10. EXPERIÊNCIA DE CAMPO:

Visita a:
a) Presídio;
b) Delegacia de Polícia;
c) Delegacia da Mulher;
d) Manicômio Judiciário;
e) Vara Judicial (audiência);
f) Vara do Júri (julgamento).

~ por moysespintoneto em agosto 14, 2008.

Uma resposta to “Trabalho”

  1. Muito bem, temas interessantíssimos. Mas, gostaria de saber sobre os moldes do trabalho. Livre criação? Apresentação só em aula ou entregar texto? Equipamentos (retroprojetor, laptop)? Tempo? A escolha do tema é livre?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: