Aula 15

CRIMINOLOGIA E FILOSOFIA – ÉTICA DA ALTERIDADE

  1. O DISCURSO DA MODERNIDADE

 – Racionalismo – Iluminismo – Otimismo – Esclarecimento.

– Ideal de progresso. Crença na ciência. Exemplo da ética kantiana.

– Auge da Modernidade: equiparação hegeliana do real ao racional. Idéia de Totalidade. História como progresso de uma consciência cada vez maior de si mesmo (liberdade), realizando-se no Estado.

 

  1. FISSURAS

 – Primeira Guerra Mundial: desestabilização do discurso pacifista da Modernidade. Soldados voltam “pobres de experiência” (Benjamin).

– Desesperança do entre-guerras: filosofia existencialista de Heidegger (1889-1976), obras de Kafka (1883-1924), Camus (1913-1960), Sartre (1905-1980), Benjamin (1892-1940), Adorno (1903-1969), entre outros.

 

  1. OCASO:

 

– Colonialismo: ideal de expansão do “progresso” era apenas pretexto para a dominação colonial da África, recheado de pretensão etnocêntrica (ver: Joseph Conrad, “Coração das Trevas” – “horror”).

– Holocausto (Shoah): eliminação industrial de judeus, ciganos, deficientes e comunistas. Evento-limite da Modernidade (ver: Hannah Arendt, “Eichmann em Jerusalém”). Fato absolutamente racional (por exemplo, Sonderkommando, usados para apagar vestígios – constante advertência de que “de tão horrível, ninguém acreditaria” – Primo Levi).

 

  1. PÓS-GUERRA:

 

– Revisão da relação da Modernidade com a “barbárie”: civilização não é apenas um impulso de “progresso”, mas também carrega consigo uma pretensão de homogeneidade que destrói a diferença;

– Fusão entre técnica (razão cartesiana) e destruição do Outro (engenharia social). Grande leitor da Modernidade é o Marquês de Sade: a violência não é uma explosão de irracionalidade, mas a de um “homem de pedra”, um homem “congelado”, “mineral”, capaz de sempre opor razões para a justificar a destruição da alteridade (a vítima). Figura do burguês “de bons modos” capaz das maiores atrocidades na alcova (libertinagem).  

 

  

  1. QUESTÃO DA PÓS-MODERNIDADE:

 

1978 – LYOTARD – “A Condição Pós-Moderna”. Queda das metanarrativas (marxismo, freudismo, catolicismo, liberalismo, etc.). Não acreditamos mais nos “ismos”.

– Questão central é a diferença.

 

  1. CONTEMPORANEIDADE: 

– Era do Vazio – Insegurança Ontológica – Liquidez;

– Individualismo – Narcisismo – Consumismo – Alta competitividade e burocratização;

– “Cultura do lixo”: sociedade da exclusão em que a diferença não apta ao consumo é neutralizada como lixo social. Repetição do duplo típico da Modernidade: o civilizado e o bárbaro.

 

  1. A QUESTÃO DA ALTERIDADE:

 

Emmanuel Levinas (1906-1995)

 

7.1.         Violência da Representação. Filosofia e totalidade.

– Filosofia sempre buscou ser um “mapa representacional” do mundo. Quer reduzir o mundo ao pensamento, ou ainda o Outro ao Mesmo. A realidade deve se enquadrar em conceitos.

– Busca formar, com isso, uma “Totalidade” de sentido que subsuma toda realidade àquele esquema intelectual.

– Violência está enraizada no próprio pensamento filosófico, que procura reduzir o Outro ao Mesmo, a partir da representação. A representação é violenta. Ex. é mais fácil matar quando reduzo a um estereótipo (inimigo, terrorista, traficante, judeu, cigano, etc.).  

 

7.2.         Alteridade: o Outro enquanto Outro

– Alteridade é aquilo que escapa da totalidade. O Outro enquanto Outro, enquanto alguém fora do que eu penso;

– Alteridade como exterioridade, infinito ou enigma;

– É traumática porque escapa do meu mundo seguro, me problematiza, me choca com a diferença;

– Quando estou diante do Outro, não estou diante de um objeto, estou em um encontro, o Outro vem a mim enquanto alguém que me interpela, que me pede socorro, que me exige;

– Todo encontro é, portanto, um encontro ético, entendida a ética como resposta a essa interpelação que vem do rosto do Outro.   

   

 

       

~ por moysespintoneto em novembro 29, 2008.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: